Rev. Abival Pires da Silveira: Falecimento

Abival

É com profunda tristeza que comunico que o falecimento, hoje, 1. de Setembro de 2019, do Rev. ABIVAL PIRES DA SILVEIRA, Pastor Emérito da Catedral Evangélica de São Paulo. O Rev. Abival foi pastor daquela igreja de 1973 a 2009 — por 37 anos, portanto, até jubilar-se.

O velório está tendo lugar no templo da Primeira Igreja, na Rua Nestor Pestana, 136/152 – Consolação.

O Culto em Ação de Graças por sua vida será amanhã, dia 2/9/2019, às 12h30.

O enterro será será amanhã, dia 2/9/2019, às 15h, no Cemitério dos Protestantes, à Rua Sergipe, 177, no bairro da Consolação.

Segundo seu blog, o Rev. Abival Pires da Silveira nasceu em Bofete, estado de São Paulo, em 12/04/1939.

Completou 80 anos este ano, portanto.

Graduou-se na Faculdade Teológica de São Paulo e na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo.

Fez pós-Graduação na Union Theological Seminary, Nova York, EUA.Foi professor de filosofia da Universidade Mackenzie.

Foi ordenado Pastor da IPI em 11/02/1962.

Foi pastor da Catedral Evangélica de São Paulo por 37 anos, de 1973 a 2009. Quando de sua jubilação, a Catedral o tornou Pastor Emérito da Igreja.

Foi Presidente do Supremo Concílio da IPI, Presidente da Aliança das Igrejas Presbiterianas e Reformadas da América Latina (AIPRAL ) e Vice-Presidente da Aliança Mundial das Igrejas Reformadas ( AMIR ).

Foi pastor da Catedral Evangélica de São Paulo por 36 anos, de 1973 a 2009. Quando de sua jubilação, a Catedral o tornou Pastor Emérito da Igreja.

https://revabivalpires.wordpress.com/sobre/

EM TEMPO:

Transcrevo excelente texto do Rev. Sérgio Francisco dos Santos, ao qual tive acesso por gentileza do meu amigo e colega Rev. Assir Pereira, a quem agradeço ter publicado o material:

“MODELO DE PASTOR E MESTRE

Neste primeiro dia de setembro de 2019, véspera do Dia do Pastor, senti-me órfão de Pastor e de Mestre. A verdade é que a Igreja no Brasil, na América Latina e no mundo, perde um líder do quilate do Reverendo Abival Pires da Silveira. Em razão disto, o sentimento de orfandade é coletivo e nos traz à memória a figura de um modelo de pastor e mestre que influenciou gerações. Um Pastor com P maiúsculo que em sua vida ministerial ocupou relevantes espaços no cenário eclesiástico nacional e internacional, denominacional e interdenominacional. Ao Pastor e Mestre exemplar que alargou horizontes com sua fé, seu entusiasmo de eloquente pregador e de profeta visionário, só nos resta um gesto de profundo respeito, gratidão e reconhecimento por tudo aquilo que ele foi e fez pela IPI do Brasil e pelo Presbiterianismo no mundo. Estamos de luto, mas cheios de esperança no Deus-Pai, Senhor dos vivos e dos mortos. Por isso, obrigado, mui querido Pastor. Seu trabalho não foi em vão. Você está gravado em nossa memória e em nossos corações para sempre!”

– Rev. Sérgio Francisco dos Santos.

Em São Paulo, 1 de Setembro de 2019.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s